sexta-feira, 26 de outubro de 2012

A imaginação e o conhecimento


Precisamos ter consciência sobre o pensamento e sua comunicação como importantes ferramentas de administração.


Sempre que paro diante do computador na busca de um novo tema para escrever, ou na busca de uma nova idéia, ou ainda de uma nova estratégia de negócio, sinto-me como se a fantasia me viesse surgindo e expandindo o meu potencial mental.

 
Aos poucos sinto que vem surgindo um pensamento criativo. O pensar possibilidades e alternativas. A imaginação que nos permite viajar mais rápido do que a velocidade da luz; penetrar todas as barreiras conhecidas, aço, granito ou concreto; transcender o tempo, tanto o passado quanto o futuro permitindo retroceder o relógio e o calendário por séculos, ou avançar décadas; transportar a consciência e a percepção instantaneamente através dos continentes e culturas para ouvir sons, ver paisagens e respirar fragrâncias exóticas. Poder transpor-se do estado atual para o desejado, lidando com limitações e impedimentos. Planejar metas para se atingir objetivos!


E o que é planejamento? Planejamento também é pensar. É pensar antecipadamente em múltiplos cenários que ainda poderão acontecer, adiantando assim, o futuro ao presente agregando experiências do passado. O pensar é um processo humano imprescindível ao administrador e, por isso, a capacidade de gerenciar pensamentos torna-se um fator diferencial entre os administradores de sucesso.

Considero três palavras-chave: pensamento, gerenciamento e comunicação. Precisamos ter certeza da conscientização da linguagem assertiva como forma de comunicação positiva. Os erros dos médicos são sepultados, os dos advogados vão ou não para as cadeias, os dos dentistas são extraídos, os dos carpinteiros transformam-se em serragem, dos engenheiros em entulho, dos administradores... e por aí vão todas as atividades humanas, pois, ninguém pode considerar-se ou ser considerado perfeito a ponto de nunca ter cometido um único erro, só Deus. Principalmente quando sabemos que errar é uma etapa essencial, pois mostra o quanto podemos crescer no processo. Vamos imaginar um bebê que mal consegue ficar de pé e já torna a cair. O que seria dele se diante do primeiro erro, concluísse: “É, não deu certo. Não consigo. Não sirvo para andar”. A linguagem do pensamento, portanto, é vital para se desenvolver o comportamento que originará a ação. E se esse bebê acreditasse mesmo na conclusão de que “não serve para andar”?

Embora a linguagem seja um produto do sistema nervoso, ativando, direcionando e estimulando o cérebro, é também a maneira mais eficaz de ativar o sistema nervoso das outras pessoas, facilitando assim a comunicação entre elas. Pensar é usar internamente os sentidos. Pensamos vendo imagens internas, ouvindo sons, falando conosco e tendo sensações em várias partes do corpo. O administrador, sabendo como o cérebro e mente funcionam, como são processados os pensamentos humanos, poderá desenvolver e aplicar estratégias a fim de potencializar o desenvolvimento dos membros de sua equipe.

O administrador deve ser capaz de imaginar seu empreendimento com o sucesso esperado alcançado, tal qual o estudante que se vê no dia da formatura com toga e beca, e um diploma em sua mão; e ainda, o professor em aula, que olha para seus alunos e os vê como adultos crescidos, maduros contribuintes bem sucedidos de uma sociedade saudável.

Pensar que somos capazes é quase sê-lo; decidir sobre uma realização é muitas vezes a própria realização. Falar positivamente é direcionar as energias cósmicas em favor da meta. Só depende de nós.


 

“Mude seus pensamentos e você mudará seu mundo”. (Norman Vincent Peale)

“Se você fica dizendo que as coisas vão ficar ruins, tem boa chance de se tornar um profeta”. (Isaac Bachevis Singer)

“A maior revolução de nossos tempos é a descoberta de que ao mudar as atitudes internas de suas mentes, os seres humanos podem mudar os aspectos externos de suas vidas.” (Willian James - psicólogo e filósofo americano)


Paulo Sóstenes Moreira Rangel

paulosostenes@uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário