quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Na Era da Internet


Você já parou para pensar na quantidade de vezes em que ouviu a palavra Internet nos últimos tempos? Certamente foram muitas, e ao que parece, esse contato com a grande rede tende a aumentar cada vez mais, tornando-a, de certa forma, uma presença quase constante e mudando de várias maneiras nosso modo de vida. Veja no artigo desta semana alguns motivos para o excessivo crescimento da Internet no Brasil e no mundo.
 

Neste primeiro turno das eleições, quem acompanhou pela televisão e pela internet, pode ver a grande diferença. Não foi muito difícil de perceber o diferencial qualitativo que teve os que acompanharam pela internet, sobre os que acompanharam apenas pela televisão. Enquanto a televisão fez a cobertura apenas parcial, apresentando os boletins do TSE ou com comentaristas analisando os resultados; na internet, podiam-se ter todos os resultados das apurações, em todos os níveis e em tempo real. Ainda por cima, enquanto a televisão ficava insistindo com a pergunta: “terá ou não segundo turno?”, os que acompanhavam pela internet já sabiam, há horas e com clareza, que haveria segundo turno em alguns estados.
 

A grande força desse canal de comunicação é a possibilidade do usuário ir direto às fontes de informações, deixando de lado os intermediários que muitas vezes, além de atrasados, ainda, as apresentam de forma imprecisa ou incorreta.
 

A Internet é democrática e amplia a cidadania de seus usuários ao expandir o acesso direto às informações. É por esse motivo que países atrasados politicamente como são o caso de Cuba e China tentam a todo custo limitar o seu crescimento e censurá-la, embora saibamos que por pouco tempo, pois, uma nova tecnologia uma vez implantada, e aceita pelos usuários, torna o mundo diferente, sem possibilidade de retorno ao seu estado original.
 

Hoje com um alcance superior a um quinto da população do planeta, está presente no cotidiano de seus usuários. As pessoas buscam informação pela Internet, encontram outras pessoas pela Internet, se casam, e se separam, pela Internet, fazem compras, estudam, aprendem e trabalham utilizando a Internet.
 

Como nós somos do século passado e a Internet, tal qual a conhecemos, surgiu depois de nós, representa grandes mudanças comportamentais a serem adotadas. Por esse motivo, alguns ainda relutam em entrar nessa “nova onda”, atrelados a modelos ultrapassados. Mas será impossível resistir por muito tempo. Façam os planos que quiserem para suas vidas pessoais e profissionais, mas saibam que, de uma forma ou de outra, a Internet estará cada vez mais presente em suas vidas. E no que se refere ao mundo corporativo, às empresas, vale a pena refletir sobre a frase de Bill Gates, da Microsoft: “Daqui a algum tempo só existirão dois tipos de empresas: as que estão na Internet e as que não estão em lugar algum”.  
 

Paulo Sóstenes Moreira Rangel

Nenhum comentário:

Postar um comentário